A autora. Dra. Alice Pinho escreveu este livro Nutrição e Câncer baseado em todo o estudo e prática clínica de mais de 20 anos, para ajudar diversos profissionais e pacientes a entenderem todo o mecanismo que envolve o câncer, desde a prevenção ao tratamento.

O livro foi dividido em 9 capítulos, seguindo uma sequência para que o leitor consiga entender tanto o mecanismo da doença Câncer quanto os fatores envolvidos desde a prevenção até o tratamento. Mostra a importância de uma abordagem interdisciplinar para tratar o paciente oncológico e por último, o que há de evidência em terapia nutricional como dieta cetogênica, uso de fitoterapia e a importância da microbiota. O livro tem 445 referências e um pouco experiência Clínica da autora no cuidar.

Possui uma vasta experiência em atendimento de pacientes com câncer, e já atendeu a mais de quatro mil pessoas durante a sua carreira. Atualmente, é palestrante em cursos, congressos e ministra aulas online.

“Teu alimento é o teu remédio, mas pode ser o teu veneno” , frase famosa dita por Hipocrátes ( 400 anos a.c) reflete o grande momento que estamos vivendo em relação a alimentação em todo o mundo .  Uma alimentação equilibrada pode ajudar a prevenir 50% das doenças cardiovasculares e 35% de vários tipos de câncer segundo a Organização Mundial da Saúde, principalmente se for associada a atividade física. Porém, nos últimos 20 anos a indústria de alimentos cresceu muito em todo mundo. E com isso também aumentou significativamente o número de pessoas com doenças chamadas de “doenças da vida moderna” e que estão associadas a um estilo de vida sem equilíbrio e alimentação cheia de produtos processados. O objetivo do meu trabalho como Nutricionista e formadora de opinião é tentar alertar sobre o risco do consumo exagerado desses aditivos químicos para que possamos optar por uma alimentação saudável e mais equilibrada. E uma das formas de conseguirmos isso é através da leitura dos rótulos dos alimentos que compramos. Muitas vezes levamos pra casa um produto cheios de aditivos químicos que nem sabemos o que são e o que podem causar no nosso organismo. Os rótulos também não informam a quantidade desses produtos e assim ficamos reféns das indústrias, comprometendo a nossa saúde. Se você não sabe o que são todos aqueles nomes, números e letras pequenas presentes nos rótulos, procure pesquisar ou a ajuda de um profissional que lhe oriente a escolher produtos com menos aditivos e mais saudáveis. A sua saúde agradece.”

Alice Pinho, formada há mais de vinte anos em Nutrição, pela Universidade Federal da Bahia – UFBA, e especialista em Nutrição Oncológica, pelo Instituto Nacional de Câncer (INCA). Atuou como professora universitária por mais de sete anos em disciplinas como Fisiopatologia da Nutrição, Fisiologia e Patologia e, por seis anos, na pós-graduação de Nutrição Clínica Funcional da VP (Vitalidade Positiva), como professora da disciplina Doenças Imunológicas e Câncer.